Como usar as redes sociais de forma produtiva em sala de aula?

Como usar as redes sociais de forma produtiva em sala de aula?
20 jun 2019

Na era digital, as metodologias ativas de aprendizagem têm modificado significativamente a rotina da escola. Associadas às novas tecnologias, essas metodologias  tornam-se ainda mais estimulantes para os alunos. Nesse sentido, o uso de redes sociais em sala de aula é um recurso bastante favorável ao aumento do dinamismo das atividades.

Como o uso de smartphones e tablets é recorrente entre os alunos, esse é um universo com o qual estão totalmente familiarizados. Por que, então, coibir seu uso na escola se, com esses aparelhos, os estudantes têm o mundo na palma das mãos?

Retrato, de, estudante concentrado, menina, e, menino sentando, escrivaninha Foto gratuita

Estabeleça combinados e “políticas” para o uso das redes sociais em sala de aula. Assim como nos encontros presenciais, os alunos devem respeitar o espaço virtual e utilizá-lo exclusivamente para assuntos relacionados àquela disciplina ou ao tema proposto para o trabalho em comum. O espaço criado, seja no Facebook ou em um grupo de WhatsApp, deve ser compreendido como uma continuidade da sala de aula. O professor continua, portanto, investido da tarefa de mediador ou moderador ; e deve zelar para que seja um espaço saudável e produtivo.

Grupos fechados no Facebook são excelentes para a disponibilização de conteúdos complementares aos temas desenvolvidos em sala de aula. O professor pode ainda criar seu próprio blog com o conteúdo que desejar sobre sua disciplina e compartilhar nesses espaços os materiais que julgar válidos.

Por outro lado, os próprios alunos também podem produzir conteúdos e compartilhar no ambiente, bem como se comunicar por meio de mensagens moderadas pelo professor. Dessa forma, há um incentivo à proatividade do aluno.

Colegas que trabalham em conjunto Foto gratuita

 

Os grupos de discussão permitem que os alunos interajam sobre algum tema. Numa espécie de fórum, o professor lança uma pergunta e pede que os estudantes deem sua opinião a respeito daquele assunto ou agreguem novas informações à abordagem.

Esses debates são importantes para despertar o senso crítico dos estudantes e estimulam a reflexão sobre os conteúdos acessados ― especialmente na fase atual em que os cuidados para se evitar a propagação de fake news devem ser redobrados.

Lembre-se que a tecnologia deve ser utilizada de maneira a favorecer as práticas educativas,  como para ajudar a identificar as dificuldades dos alunos.

Quer saber mais sobre como as ferramentas digitais podem ser usadas para identificar os pontos fortes e fracos dos estudantes? Foi pensando em transformar essa situação em realidade que foi desenvolvido o MestreGR! Uma plataforma de fácil acessibilidade, completamente on-line que efetua a correção automatizada de provas e simulados de forma fácil e intuitiva. Além de oferecer todo o gerenciamento de resultados, qualifica a gestão do conhecimento da instituição através de gráficos e relatórios. Ficou interessado?

 

 MestreGR

 

Share

Mestre GR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Aguarde...

Aproveite nossas promoções e novidades exclusivas!

Deixe seu e-mail e seja o primeiro a receber nossas novidades e promoções.